RENAPI - Acessibilidade Virtual Informação ao alcance de todos

Início do Menu Final do Menu
Início do Conteúdo

Encontro discute incluso de deficientes visuais no mercado de TI



Uma nova percepção sobre o mercado de trabalho de profissionais de TI com Deficiência Visual é tema de Encontro Nacional que será realizado na Faculdade BandTec, em São Paulo, no dia 29 de agosto. Apoiadora da discussão, a Softplan, uma das maiores empresas de software de Santa Catarina, patrocina o ENTIDV - Encontro Nacional de Profissionais de TI com Deficiência Visual, que pretende reunir desenvolvedores, arquitetos de software, analistas de sistema, administradores de dados e demais profissionais e estudantes interessados por tecnologia e acessibilidade.
 
Marcelo Rocha de Souza, analista de testes da Softplan, será um dos palestrantes do evento. O colaborador vai relatar detalhes do Programa de Inclusão e Capacitação de PCD, criado com o objetivo de qualificar o colaborador para o trabalho que será desenvolvido na empresa. Além disso, vai tratar da importância da profissionalização. “Qual a posição que você quer ocupar? Saber onde se quer chegar faz a diferença para o profissional, independente da deficiência. É fundamental se especializar e aproveitar as habilidades desenvolvidas para conquistar espaço no mercado de trabalho”, destaca Marcelo, que faz parte da equipe que torna acessíveis os programas para o poder Judiciário. “A Softplan percebeu que uma equipe de analistas de testes com deficiência visual tornaria os sistemas mais acessíveis e ofereceria credibilidade para homologação de seus sistemas. Começa então uma nova fase e novas melhorias são implementadas dando mais conforto e autonomia aos usuários deficientes”, completa.
 
Em 2013, segundo dados do IBGE, 1758 deficientes visuais estavam empregados em Santa Catarina. A Softplan conta hoje com sete deficientes visuais no seu quadro de funcionários, trabalhando em áreas como análise de sistemas e de implementação. “Queremos integrar os profissionais aproveitando o potencial de cada um na área tecnológica”, destaca Paula de Sousa Rocha, analista de Desenvolvimento Humano e Organizacional da Softplan. Com o programa criado pela empresa, os profissionais com deficiência são integrados mais rapidamente à empresa e às atividades da equipe. O processo passa pela seleção, admissão e capacitação assistida e em parceria com instituições de ensino profissionalizantes, a Softplan pretende também oferecer uma colocação no mercado de trabalho.  
 
Sobre a Softplan
A Softplan é uma das maiores empresas de software de Santa Catarina, com cerca de 1500 colaboradores. Atua há 24 anos no desenvolvimento de softwares de gestão empresarial e gestão pública. Desenvolve soluções corporativas para segmentos específicos de negócios, com foco em cinco áreas de atuação: indústria das construção; administração pública; projetos cofinanciados por organismos internacionais; departamento de infraestrutura, transportes e obras; judiciário, Ministério Público e Procuradorias. Suas soluções já estão presentes em todos os estados brasileiros, em países da América Latina e nos Estados Unidos.

Final do Conteúdo
Voltar ao topo

Instituto de Educação e Assistência aos Cegos do Nordeste